31 de dez de 2008

E o fim...


Pois bem, o último dia do ano, hora de lembrar tudo que passou.
Foi um ano de muitas mudanças, muitas dores, muitas mágoas.
Mudei de cidade (mais uma vez), deixei minha mãe, meu irmão e meus amigos e vim atrás de uma coisa que eu queria muito, começar meu curso de jornalismo. Eu sabia que não ia ser fácil, mas não esperava que fosse doer tanto. Não gosto de ver as fotos do orkut, ler os blogs e saber que não estou mais lá, que não faço mais parte. É ruim ver que pessoas que eu amava mais que tudo, foram embora e não vão mais voltar. É ruim saber que eu destruí muita coisa e não deu pra voltar atrás. Perdi alguns amigos, alguns momentos, um amor...
Mas o ano não foi de todo ruim.
Comecei o curso que eu sempre quis, as Filhas de Jó se tornaram realidade, descobri a parte boa de morar em Salvador, conheci pessoas maravilhosas, descobri a blogosfera, encontrei alguém que sei que posso confiar (e outras pessoas que nem tanto) e percebi que ter novos amigos não quer dizer trair os antigos, redescobri velhas amizades e conquistei algumas novas. E também tive momentos inesquecíveis com pessoas que eu aprendi a gostar (e muito!).
Não vou pedir que o próximo ano seja melhor, mas espero que seja maravilhoso. Cheio de mudanças (elas me fazem crescer), com muita coisa boa, algumas tristezas e mágoas (me ensinam), algumas decepções (me fortalecem), muita alegria, amor (ou amores!rs) e aquilo tudo que a gente pede todo ano.

Então, que venha 2009! =D

15 de dez de 2008






Não foi o pior momento da sua vida, mas com certeza chegou bem perto.
Ela não podia adivinhar, era só uma visita a uma pessoa que não via há muito tempo, não esperava aquela cena.
Tentou disfarçar, mas ficou muda e não conseguia olhar para eles, só queria sumir. Ainda bem que acabou logo, eles saíram e ela entrou.
Conversou, deu risada, mas aquilo não saiu da sua cabeça e provavelmente não sairá. Por que isso ainda machuca? Talvez por ter sido um sentimento puro e sincero que acabou e aquela era a prova.
Melhor assim. Cada um para o seu lado e a vida seguindo seu curso.

12 de dez de 2008

Enfim férias!?

Confesso que é um alivio não ter mais tantas preocupações com trabalhos e aulas, mas a faculdade faz falta.
No inicio do semestre a turma prometia, éramos simplesmente o IG 13.
Apesar de algumas desavenças, aprendi a gostar de todo mundo. Cada um com seu estilo, com seu jeito, com suas preferências. Todos tão diferentes e tão parecidos.
Os meninos de PMK me ganharam de primeira. Depois a galera foi crescendo e eu estava adorando, sempre gostei de muita gente em volta. rs
Já no fim do semestre, como se não bastasse, conheci mais dois meninos. Nem preciso dizer que esses também me cativaram, me cativaram de um jeito muito especial, e apesar do pouco tempo, são duas pessoas que eu adoro muito!
Hoje vendo May dançando, Matheus contando aquela história em câmera lenta e a galera toda em volta rindo e batendo papo, senti saudade. Senti saudade das amendoeiras, dos meninos tocando violão, das brincadeiras, das conversas e até do stress dos trabalhos.
Me acostumei a encontrar todo mundo todos os dias, me acostumei a já chegar olhando em volta e a passar o dia esperando ansiosamente pela noite.


Pois é, mal entrei de férias e já tô com saudade da faculdade! = /

8 de dez de 2008

27 horas no país das maravilhas

Confesso que fiquei um pouco insegura com a idéia de passar uma tarde no shopping, com uma criança sem a mãe por perto, mas quando ela aceitou a bala e segurou em sua mão, me despreocupei, ele sabia como cuidar.
Foi a melhor tarde dos últimos meses...
Vê-la se divertindo nos brinquedos, oferecendo as duas últimas batatinhas, fazendo cavalinho e me puxando pela mão pra jogar o papel de bala no lixo, o jeito como ela prestava atenção enquanto ele explicava o porquê das coisas e a forma como ela aprendeu...
No fim do dia, eu já tinha passado de “Priminha” pra “Tia Dani”. Foi uma tarde maravilhosa e eu quero de novo. rs
Ontem me cativaram por completo, ela e ele.
Hoje pude (tentar) colocar em prática o que eu o vi fazer ontem e digamos que não foi um fracasso, pelo contrário, deu tudo certo e estou muito feliz, principalmente pela parte que ela disse: Vamo arrumar tudo de novo, tia Dani, tá uma bagunça!
É, ela aprendeu mesmo! =D
Alice, a minha princesa!

4 de dez de 2008



E quando menos esperava, estava trancada em um banheiro chorando. Aquela dor no peito, fazia tempo que não sentia. Se olhou no espelho e não reconhecia mais nada do seu rosto, estava vermelho e inchado. Jogou uma água, saiu do banheiro e desceu as escadas, tinha que pegar um ônibus, mas estava sem forças pra ir pro ponto. Queria sentar um pouco, mas não queria encontrar ninguém, então resolveu ir pro ponto mesmo assim. Sentou e esperou por 40 minutos. Chorava muito e um homem perguntou se ela precisava de ajuda. Não, estava tudo bem! Chegou em casa, queria gritar, queria arrancar aquela dor do peito, mas não podia, resolveu tomar um banho e parar de chorar. Sua cabeça estava dando voltas, ela só queria que o dia acabasse.
O dia acabou! E tudo que restou foi o vazio, o nada.
Nem medo, nem calor, nem fogo!
.
"Você que inventou a tristeza
Ora tenha a fineza
De desinventar"

2 de dez de 2008

O amor perfeito e o amor que a gente gosta

Em março, eu contei aqui uma história que aconteceu quando eu tinha 4 anos. Minha mãe criou uma lista, dizendo tudo o que eu ia fazer quando eu fosse adolescente, toda vez que eu apresentava algum dos “sintomas”, eu ia na lista, lia e voltava pra pedir desculpa(Para pais e filhos).
Pois bem, minha mãe fez mais um “guia de sobrevivência” pra mim. Só que esse é mais longo e não serve pra todo mundo, então não vou postar ele aqui.
No final desse “guia”, minha mãe escreveu um texto e é exatamente esse que eu vou colocar aqui. =D




“Sabe no que estive pensando?
Que...

O amor que agente gosta: é aquele que vive nos lembrando do quanto somos lindas.

O amor perfeito: é aquele que insiste em colocar aquele nosso fiozinho de cabelo no lugar para garantir que estejamos sempre perfeitas.

O amor que agente gosta: é aquele que nos leva as festas orgulhoso do quanto somos perfeitas.

O amor perfeito: é aquele que sempre está nas mesmas festas com o propósito de garantir que nada vai nos afligir durante a noite.

O amor que agente gosta: é aquele que seja de preferência popular e com uma ótima aparência.

O amor perfeito: é aquele que normalmente não se preocupa com sua popularidade por estar sempre ocupado evitando as nossas gafes, e que tem a aparência naturalmente perfeita.

O amor que agente gosta: é aquele que adora os nossos olhos independente da cor que eles tenham.

O amor perfeito: é aquele que às vezes não perceberam a cor que eles têm por estar sempre absorvido, inebriado pelo que eles expressam.

O amor que agente gosta: é aquele que é fiel, que não dá atenção á mais ninguém por mais linda ou esfuziante que a ela seja.

O amor perfeito: é aquele que se assusta quando algo lhe faz perceber que não estão sozinhos, ainda que estejam em plena meia noite de ano novo na praia de copa cabana.

O amor que agente gosta: é o que corresponde de maneira plena ao amor que sentimos por ele.

O amor perfeito: é aquele que não consegue corresponder igualmente por não ter parâmetro de comparação diante da grandeza do amor que sente por nós.

Portanto: Encontrar o amor que agente gosta: é perfeito, maravilho e raro.

Encontrar o amor perfeito: é perceber que alcançamos o sentido da vida, é materializar a satisfação de Deus com a nossa existência.

Por isso deve ser tão difícil reconhecê-lo, estamos sempre com a atenção voltada para coisas menos importantes.

Texto de: Asenath Bomfim Souza Filha

Mãe, eu amo MUITO você!

25 de nov de 2008

Blog Camp BA

Esse final de semana aconteceu o 1° Blog Camp BA.
Caí lá meio que de pára-quedas, nem sabia direito o que era. Soube de última hora e mesmo assim nem soube direito, pq simplesmente me puxaram pelo braço dizendo: Vamos ver se dá tempo de te inscrever.
No dia seguinte lá estava eu, sentada em uma cadeira apresentando meu blog em uma sala de desconferência, achando (iludida!) que eu sabia alguma coisa sobre blog.
Depois vieram as palestras:

- Gente, agora vai começar a palestra sobre Podcasts.

Pronto, a galera levantou animada enquanto eu pensava: Jesus, o que é Podcasts?
O palestrante começou e só depois de uns dez minutos eu comecei a entender mais ou menos o que era.
Por fim, descobri o que são Podcasts e achei muito interessante, vou começar a ouvir também! =D

Depois fomos pra palestra de WordPress. Vou ser sincera, eu achava que WordPress era só pra blog e realmente tomei um susto quando eles mostraram as páginas feitas com WordPress.
Ótimo, 2 x 0 pra eles.

Depois a palestra da Garota sem fio. Pronto, me matou!
Se tem um pessoa que não sabe absolutamente nada de tecnologia, essa pessoa sou eu. Não fazia a menor idéia que existia aquele monte de coisas, e os que eu sabia que existia, eu não sabia pra que servia. Palestra muito esclarecedora.

Subimos para uma última desconferência.
Quando eu comecei a ouvir aquelas pessoas falando sobre blogs, quase que eu tive um troço. Pra mim, blog era um lugar pra postar minhas besteiras e pronto. Mas lá eu vi que a blogosfera é muitooo maior que isso. =D

Depois de um dia desses, a gente merecia um descanso para assimilar as coisas.
Relaxamos a base de acarajé e refrigerante.
Muitas fotos, muita gente interessante, muita risada...
E como disse Roberto Camara, naquele dia escolhemos a pílula vermelha. rs

Quero maaais!!!
O Blog Camp Bahia 2009 está sendo esperado ansiosamente! =D

19 de nov de 2008

Sobre Hershey's e brigadeiro

Lembro que dizia que quando eu morasse sozinha, eu ia fazer um monte de brigadeiro e comer tudo na frente da televisão. Hoje eu não moro sozinha, mas posso fazer quanto brigadeiro eu quiser e comer na frente da televisão qualquer hora. Fiz isso uma vez, mas ao contrário do que eu pensei, não foi gostoso e nem divertido, senti falta de alguma coisa, senti falta de alguém e me dei conta de que o sabor das coisas fica bem melhor quando tem alguém pra dividir aquele momento com a gente.
Não é novidade pra ninguém que eu sou louca por Hershey’s. Antes eu comprava um chocolate e guardava na bolsa durante semanas, comendo um pedaço toda vez que dava vontade, agora eu faço diferente, sempre que compro Hershey’s eu levo pra faculdade pra dividir com os meninos depois do “gula”, o chocolate termina mais rápido, mas fica muito mais gostoso assim, compartilhado. =D

7 de nov de 2008

O fim é belo e incerto, depende de como você vê

De repente toda mágica se acabou...
Não, não acabou hoje, já faz algum tempo, mas só agora ela se deu conta de que o pra sempre acabou mesmo (1 x 0 pra Cássia Eller!).
Sabe que nada foi em vão, tudo que disse e sentiu foi de verdade, mas sabe também que não vale mais a pena tentar, daqui pra frente só seria mais sofrimento.
Não é fácil apagar as fotos e mensagens do celular e as músicas ainda incomodam, é estranho ouvir aquela música e saber que ela não significa mais nada, aliás, muita coisa está incomodando, inclusive ter que engolir aquelas duas palavras que ele disse no final.
Apesar de ter vontade de chegar na frente dele e dizer tudo que ainda está engasgado, ela sabe que não deve e não vai fazer isso, não vale mais a pena discutir, não vale mais a pena se magoar tanto.
Ela tem que seguir em frente e está seguindo, apontou pra fé e voltou a remar (desistiu de voar!).

“Sempre encontro o sorriso e meu paraíso é onde estou”





____________________________________________________________________
P.S.: Jurei pra mim mesma que não ia escrever uma palavra sobre esse assunto, mas eu precisava desabafar, não pra ele, mas por mim.

4 de nov de 2008

Como começou...

Pra quem conhece eu e dani sabe que sempre vouam faiscas de destruição pelo menor dos motivos, ela ker me matar e eu não, porque matar poupa muito do sofrimento que eu kero causar...opa n era isso...
Bem como eu conheci essa pessoa foi uma coisa meio que digamos, turbulenta, pois, Eu estava saindo de casa com meus primos, ate q deparamos com um amigo nosso,chamava-se Tom,nos cumprimentamos e todas akelas coisas que dizemos quando encontramos os brothers...pois bem, nessa situação alguem diz, vamo lá chamar dani, e foi ai que começou o dialogo:
-Dani, quem é dani? - Eu disse
-Amiga de victor - Disse Tito
-Quantos anos tem?-Eu de novo
-Rpz, por ser colega de victor deve ter a mesma idade, uns 16-Disse tito tocando violão e andando
-Porra, vamo virar babá hoje é?-falei revoltado
-hihiiii, o né vei, mas é gente boua-Riu tito
Andamos Tudo aquilo (da casa da minha avó pra de dani ¬¬),e quando chegamos, esperamos,esperamos,esperamos,esperamos e esperamos de novo...
-Porra, ainda demora...- eu disse pirado
Quando eu vi, lá saiu ela sorrindo e dizendo ''chegueiiiii'',como se nem tivesse se dado conta q os mortais estavam mofando a esperar.
Passando a noite, eu fui descobrindo,''puts, eu tava errado'' disse, pq tinha descoberto uma grande pessoa na qual e apesar de tanta coisa, me dou bem até hoje.Ela tem o feitiço da cininho,faz as pessoas voarem e tem q se esforçar pra manter os pés no chão!Cheia de defeitos como todos nois,mas essas são as qualidades que fazem ela ser kem é,a menina que adora livros e coisas q eu sequer sabia e so sei por causa dela.Quem conhece, jamais esquece,por que coisas bouas ficam, coisa ruins tambem, mas estamos falando de Dani,e a prova q ela foi uma coisa boua que apareceu na vida de muitos e na minha, é q eu sempre sorrio quando me lembro dela,e aposto que eu e tantos outros que a conhecem começam a voar so de pensar na magica que foi a oportunidade de conhecer uma pessoa como ela.
Falando assim é bonito né nega, parece q agente nunk discutiu,e pra quem n sabe, é o q agente mais faz nessa vida XD.Quando eu n brigar com tu,saiba q tem algo errado =P.

Beijoooo³³ enorme nega. =P

3 de nov de 2008

Layout novo! =D

Hoje eu vim aqui pra fazer um agradecimento especial.
Pra quem conhecia meu blog antes, sabe que o layout era bem diferente...
Eu sempre quis colocar uma coisa mais a minha cara, mas a única coisa que sei fazer no blog é postar...rs
Então alguém pensou como eu e resolveu fazer um blog mais a minha cara, aí criou e me mostrou mais ou menos o que ia fazer, eu concordei e foi nisso aí que deu. O blog ta liiiindo!
Obrigada, Rike!!! =D

Ah, e pra quem quiser conhecer, o blog dele é o Explosão Digital. Vale MUITO a pena conferir!!! =D

29 de out de 2008

Falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo

Ela abriu o guarda-roupas e tomou um susto com a bagunça. Resolveu arrumar.
No meio da bagunça, encontrou uma caixa de sapatos cheia de recordações e dentro dessa caixa havia uma caixa menor, rosa e em forma de coração, pegou-a com carinho e abriu, dentro da caixa dançava uma bailarina linda e enquanto ouvia aquela música seus olhos se encheram de lágrimas, depois que a música acabou ela deu mais corda e começou a analisar o que tinha dentro da caixa. Encontrou embalagens de bombons, bilhetinhos e cartões, cartões que lhe diziam o quanto era especial e que lhe prometiam a eternidade, ela sentiu saudade e a lágrima finalmente caiu. Ela guardou as coisas e sentou na frente do computador, tinha muito trabalho pra fazer, mas não conseguia se concentrar. Desistiu de trabalhar, colocou uma música e foi relaxar, mas a música dizia tudo que ela estava sentindo e novamente a saudade apertou, sabia que ali não era onde queria estar.
Ela começou a pensar em outras coisas e lembrou de um menino que a encantou no inicio do semestre, gostava de sua companhia e ele a divertia, desde o inicio ela sabia que não daria certo, mas insistiu burramente. Ele se mostrou imaturo e infantil, uma pessoa que só se preocupava em mostrar aos outros o quanto ele era bom e que por isso tinha quem quisesse. Ela sabe que foi uma idiota caindo na lábia dele, mas não admite, sempre disse que tinha tudo sob controle, apesar de saber que não resistia a tanta proximidade.
Depois de tanto tropeçar, ela caiu em mais uma provável história feliz, mas dessa vez ela está bem mais cautelosa, não quer se precipitar de novo, afinal, como ela leu uma vez: Tudo pode acontecer, inclusive nada!


“Ela diz que apesar de tudo ela tem sonhos
Ela diz que um dia a gente há de ser feliz
Se Deus quiser!”




__________________________
P.S.: Kon ainda dorme comigo! :)

24 de out de 2008

Nazista?! Oo


Eu estava na internet, fazendo um trabalho, quando me deparei com essa foto.
Lembrei que uma vez eu estava numa comunidade que falava sobre a segunda guerra mundial, quando apareceu um garoto e começou a fazer apologia ao nazismo, eu poderia só achar idiota e deixar pra lá, mas o que me chamou atenção é que o menino era negro. Ele dizia um monte de besteiras, dizia que ele tinha nascido num corpo negro, mas que a alma dele era branca, que Hitler era isso, que Hitler era aquilo e que o nazismo era maravilhoso. Um discurso muito bonitinho, mas eu fiquei pensando, será que ele acha que se ele estivesse na Alemanha nazista e dissesse que ele era negro mas com alma branca, que os alemães iam achar bonitinho e iam deixar ele solto?!
Acho que esses garotos, tanto o da comunidade quanto o da foto, deveriam estudar mais um pouquinho de história para perceberem que para os nazistas pouco importava ideologias, o que interessava era se você era ariano e ponto, não adiantava você abaixar a cabeça e dizer que concordava com o Führer se você não era da “raça pura”. Você ia pra campos de concentração do mesmo jeito.


Sem mais comentários...





prochainement!

20 de out de 2008

A volta das borboletas

Esses dias foram confusos, eu recebi uma noticia no mínimo estranha, mas foram sem dúvidas dias maravilhosos.
Filme das formiguinhas, vídeos engraçados, noites acordada falando besteira, um olhar, um abraço, um toque nas mãos, algumas horas na praia e muita conversa jogada fora.
Quem foi que disse que a felicidade é feita das pequenas coisas?
Pq eu concordo plenamente! =D
Eu tinha dito que não queria as borboletas aqui, mas elas são insistentes e voltaram com força total(e eu tô adorando.rs)!


"Vento, ventania
Me leve sem destino"



.

9 de out de 2008

Socorro, não estou sentindo nada!

Hoje acho que só Arnaldo Antunes conseguiria traduzir o que eu estou sentindo...
Acordei sem vontade...
Sem vontade de conversar, sem vontade de acreditar, sem vontade de ter paciência, sem vontade de sentir o que quer que seja, seja amor ou dor...
Estou sem vontade.
Há alguns dias, eu li um texto que falava de borboletas (
http://kizabelle.blogspot.com/2008/09/borboletas-na-barriga.html), aquelas que ficam na nossa barriga fazendo cócegas quando um certo alguém aparece, eu também sentia essas tais borboletas, mas hoje elas simplesmente desapareceram, foram sem deixar nenhuma pista, sem dizer se voltam ou se foram de vez.
Mas hoje eu também estou sem vontade de sentir tais borboletas, hoje elas nem fazem mais sentido. Aliás, hoje nada tem feito sentido.
Nem as músicas que falam de saudade conseguiram me tocar...
Não gosto de ficar assim, mas estou sem força, sem ânimo e sem vontade de mudar o dia.




"Socorro, alguém me dê um coração
Que esse já não bate, nem apanha"




.

7 de out de 2008

.



"Acho que eu fico mesmo diferente
Quando eu falo tudo o que penso realmente
Mostro a todo mundo que eu não sei quem sou
Eu uso as palavras de um perdedor"




.

28 de set de 2008

Uma parte que não tinha

O último post falava do tempo e de como eu teimo em querer controlá-lo, falava dos meus planos e do meu desapontamento quando eles não dão certo.
Um dia me disseram que eu devia “improvisar” de vez em quando, que eu devia parar de planejar tanto e relaxar um pouquinho. Na hora eu achei um absurdo, mas hoje eu me dei conta que não é bem assim, as vezes é necessário desistir de certos planos e isso nem sempre é ruim, pelo contrário, as coisas ficam até melhores.
Nunca gostei dessa história de não poder controlar as coisas, mas agora eu sei o quanto é bom, por exemplo, sair com os amigos sem saber onde ir ou que horas volta e se vai ser um luau ou só uma conversa no acarajé de Ném. Pensando bem, fazer as coisas sem planejar é muito mais divertido e um imprevisto as vezes é muito bem vindo.
Ainda não tenho coragem de viajar sem dinheiro pra voltar pra casa, mas já percebi que um final de semana “improvisado” pode ser muito melhor do que um final de semana cuidadosamente planejado.





*

15 de set de 2008

Uma rosa... nunca!

Na semana passada ele disse que eu gosto muito de controlar o tempo, de organizar cada minuto do meu dia. Tenho que concordar com ele, gosto de ter um monte de coisas pra fazer, de ter que correr pra não chegar atrasada (e mesmo assim me atrasar!), gosto de organizar meu dia e de fazer planos, seja pra daqui a pouco ou pra daqui há alguns anos. Mas gostar de planejar também tem seu lado ruim, é terrível ter que ver tantos planos se acabarem sem poder fazer nada, pior ainda quando esses planos são feitos pra toda uma vida. É triste planejar o emprego dos sonhos, o casamento com buquê de lírios, o nome dos filhos, a casa, o quarto com um certo baú, aquela viagem e depois ter que ver todos esses planos irem embora sem ter como impedir. E nessa hora é bom saber que tenho amigos de verdade, que mais tarde vão me ajudar a construir novos planos. Mas enquanto novos planos não são criados, aquela música vai voltar pra minha lista.


"Nunca mais romance
Nunca mais cinema
Nunca mais drinque no dancing
Nunca mais cheese
Nunca uma espelunca
Uma rosa nunca
Nunca mais feliz!"

___________________________________________________
/ Eu só quero lembrar de você até perder a memória.

28 de ago de 2008

E hoje o orkut me diz...

Esses dias alguém me disse que eu ia acabar me acostumando com a história de morar aqui, acho que me acostumei!
Claro que ainda morro de saudade da minha família, do meu namorado e dos meus amigos, mas eu já entendi que de agora em diante minha vida é aqui. Não adianta dizer que depois que eu me formar, eu vou voltar pq isso seria até burrice, não pretendo ser uma jornalista no interior, além do mais, eles vão acabar vindo pra cá tb!
Aqui não é tão ruim, já me acostumei com a idéia de ter que pegar ônibus o tempo todo e eu adoro a minha faculdade, o curso é maravilhoso e o pessoal de lá tb. Não posso dizer que me sinto sozinha, pq aqui tb tem pessoas maravilhosas que estão me fazendo muito bem (mas ainda quero todo mundo aqui!).
Minha vizinha ainda coloca aquela mesma música quase todos os dias, mas isso nem tem me incomodado mais, agora eu canto junto com a música!
Quanto aos novos amigos, talvez eu tenha alguns (pelo menos dois eu tenho certeza!rs), mas só o tempo vai dizer quantos eu vou conseguir conquistar daqui pro fim do semestre!
No mais, está tudo bem! =D

E hj o orkut me diz: Sorte de hoje: O tempo é o senhor da razão

E dessa vez eu tenho que concordar com ele!



Saudades de todo mundo!!!



prochainement!

22 de ago de 2008

Menino estranho...

Eu achava que essas coisas estranhas em ônibus só acontecessem com Tereza (Caneta Vazia), mas descobri que não. Olhem só o ser que me apareceu.
Eu estava no ônibus voltando pra Salvador, quando entra uma pessoa e senta do meu lado.

- Boa Tarde!
- Boa tarde!
- Viagem chata, né?
- Uhum
- Minha avó tem uma casa em Santo Amaro, as vezes eu vou pra lá passar o final de semana. Ela mantém a casa para os netos, mas eu vou pra lá e fico sozinho, aí as vezes eu prefiro dormir na casa de um primo meu. Você mora em Salvador?
- Uhum
- Em que bairro?
- Hã?
- É por que eu faço entregas, trabalho numa empresa de perfumes, aí conheço todos os lugares lá. Tá chovendo muito esses dias, né?
- Uhum
- Que pena.
- É
- Ah, esse é o meu ponto. Tchau!
- Tchau!

Gente, o menino me contou a vida toda dele, só faltou me dá identidade e CPF. Só não entendi até hoje quem foi que perguntou alguma coisa pra ele. Nunca imaginei que um boa tarde significasse também ‘ onde você mora?’ ou então ‘onde você trabalha?’.

É cada ser estranho que me aparece, viu? Ninguém merece!


prochainement!

19 de ago de 2008

' A minha alma sente a sua falta...




Era pra ter postado ontem, mas como o dia foi muito corrido, não deu...
Ontem eu e Vini fizemos um ano de namoro...
Pois é, estamos juntos há um ano e cada dia que passa eu o amo mais!
Não estamos mais morando na mesma cidade e ele faz uma falta terrível aqui, mas dá pra agüentar, pq eu sei que não vai ser por muito tempo.
Como eu já contei a nossa história aqui no blog, no dia dos namorados, não tenho muito a dizer, então resolvi postar aqui uma música, digamos, especial!


“Queria entender,pq o amor é tão forte assim
queria ao menos alguém pra me dizer
o q é q eu sinto quando vc está perto de mim.
Q sentimento é esse,
q me vira a cabeça faz com q eu enloqueça, perder o juízo.
Será q é amor, se for eu quero uma luz
q me dê força e coragem,um modo ou um jeito pra dizer.
Eu gosto de vc mais do q eu,
será possível q existe um amor tão grande assim
Eu gosto de vc mais do q eu,
Será possível q existe um amor tão grande assim
Se meu desejo puder se realizar,
se for amor eu juro q ele nunca vai se acabar,
poemas de amor vou recitar,
vou por no jornal,programa de Tv,em forma de música eu vou te dizer.
Eu gosto de vc mais do q eu,
será possível q existe um amor tão grande assim
Eu gosto de vc mais do q eu,
Será possível q existe um amor tão grande assim”

EU TE AMO DE VERDADE!!!
.

12 de ago de 2008

Minha vizinha!

Não a conheço e ela também não me conhece, mas eu já travei uma guerra silenciosa contra a minha vizinha.
Silenciosa da minha parte. Ela escuta música alta o dia INTEIRO, mas o problema ainda não é esse, o problema é que ela escuta a MESMA MÚSICA o dia inteiro. Em outra situação, eu sinceramente não me importaria muito, até porque eu ate gosto da música, mas o caso é que essa música me lembra umas amigas minhas que não estão tão perto de mim quanto eu gostaria.
Já tinha até começado a me acostumar com a música sendo repetida o dia inteiro, quando finalmente ela decide mudar o repertório (ufa!?), ela colocou o cd inteiro de Estakazero, não me importaria tanto porque é uma banda que eu adoro e não era a mesma música o dia inteiro, mas o diacho da banda além de lembrar meu namorado, a primeira música que a criatura coloca pra tocar é exatamente a que mais me lembra ele. Aí é sacanagem!
A menina só ouve duas coisas e as duas me lembram pessoas que eu amo muito e que estão longe, é ou não é pra declarar guerra???
Esses dias eu não to mais ouvindo as músicas dela, depois de Estakazero ela sumiu. Acho que viajou (só espero que minhas pragas não tenham dado certo.rs rs), tomara que ela fique mais um tempinho lá por onde ela anda!rs



prochainement!


.

10 de ago de 2008

Dia dos Pais!

Não sei o que tem acontecido comigo, há dias que eu estou tentando escrever alguma coisa pro blog e não estou conseguindo, pensei até em apelar pra Mafalda de novo, mas desisti. Ontem passei a tarde inteira e uma parte da noite sentada na frente desse computador tentando escrever alguma coisa, mas não consegui, então quando eu estava perto de enlouquecer eu lembrei que dia seria hoje, então decidi deixar pra escrever hoje, afinal alguma coisa tinha que sair.
Ontem fiquei esperando acordada até meia noite para dar o feliz dia dos pais a meu pai e depois fui dormir, hoje acordei um pouco mais tarde, dei um beijo nele e entreguei o presente que ele parece ter gostado. A gente almoçou comida chinesa no shopping e depois fomos ao cinema assistir o filme da Múmia. Foi assim o dia dos pais até agora.
Acho que aqui no blog todo mundo já sabe que eu agora tô morando com ele, no inicio eu achei que não ia ser fácil a convivência, mas sinceramente está sendo muito melhor do que eu esperava. A gente está se dando muito bem e eu tô muito feliz por isso.
Hoje eu não quero falar muita coisa, só queria que meu pai soubesse que eu o amo muito e que estou muito feliz aqui com ele.
Pai, obrigada por tudo e feliz dia dos Pais!

Te amo muito!



_____________________________________________
P.S.: Quem quiser saber um pouco sobre meu pai, fiz um post sobre ele aqui no blog em Abril.
P.S.2: Hoje ainda vou comer uma lasanha que ele fez, deliiiicia!!!=D
P.S.3: Queria muito agradecer a Barbara Barbosa pelo texto que ela postou no blog (Like Sybil) em minha homenagem!!! =D=D

3 de ago de 2008

' E o que será, nascerá...

Eu sei que já faz muito tempo que eu não venho aqui postar e também tem muito tempo que eu não visito os blogs que eu gosto, mas esses dias tem acontecido muita coisa e eu tava meio confusa para postar alguma coisa.
Para começar eu passei no vestibular e amanhã eu começo o curso que eu sempre quis(sim, jornalismo!rs). E a segunda mudança foi que eu tive que sair de casa e mudar de cidade.
Quando eu soube que ia ter que me mudar, eu fiquei animada pq eu ia começar o curso que eu queria, mas acho que minha ficha demorou a cair, no inicio eu não percebi o que ia ser sair de casa. No dia que eu fui viajar, eu arrumei minhas coisas, dei um beijo em todo mundo, me despedi e fui para cachoeira pegar o ônibus, quando cheguei, eu fui na casa do meu namorado me despedi dele e passei a tarde lá, depois ele me levou na rodoviária e só na hora que eu comprei a passagem é que eu me dei conta do que estava acontecendo e quando eu me despedi de Vini e entrei no ônibus eu já estava chorando de saudade. Durante toda a viagem eu pensei na minha mãe, no meu irmão,no meu avô, no meu namorado, nos meus amigos e em todo mundo que eu tava deixando lá. Alguns dias antes de viajar, eu tinha sido coroada como Honorável Rainha das filhas de Jó de São Félix e isso também me preocupava um pouquinho, afinal, agora eu vou ter que conciliar a faculdade com a responsabilidade do meu cargo e vou ter que dá um jeito de estar sempre lá com as meninas.
Eu tô morando aqui há pouco tempo, mas agora já sei que isso não é só uma viagem pra visitar meu pai e que de agora em diante muita coisa vai ter que mudar.
Eu sei que vai ser meio difícil ficar longe de todo mundo, mas aqui tem muita gente que eu adoro e que vai fazer meus dias serem mais divertidos, e afinal, até que vai ser legal morar com meu pai e com minha avó!



'E a conta da saudade
Quem é que paga?


___________________________________

10 de jul de 2008

O Leão e o Rato

Depois que o Leão desistiu de comer o rato porque o rato estava com espinho no pé (ou por desprezo, mas dá no mesmo), e, posteriormente, o rato, tendo encontrado o Leão envolvido numa rede de caça, roeu a rede e salvou o Leão (por gratidão ou mineirice, já que tinha que continuar a viver na mesma floresta), os dois, rato e Leão, passaram a andar sempre juntos, para estranheza dos outros habitantes da floresta (e das fábulas). E como os tempos são tão duros nas florestas quanto nas cidades, e como a poluição já devastou até mesmo as mais virgens das matas, eis que os dois se encontraram, em certo momento, sem ter comido durante vários dias.

Disse o Leão:- Nem um boi. Nem ao menos um paca. Nem sequer uma lebre. Nem mesmo uma borboleta, como hors-d'oeuvres de uma futura refeição.

Caiu estatelado no chão, irado ao mais fundo de sua alma leonina. E, do chão onde estava, lançou um olhar ao rato que o fez estremecer até a medula. "A amizade resistiria à fome?" - pensou ele. E, sem ousar responder à própria pergunta, esgueirou-se pé ante pé e sumiu da frente do amigo(?) faminto. Sumiu durante muito tempo. Quando voltou, o Leão passeava em círculos, deitando fogo pelas narinas, com ódio da humanidade. Mas o rato vinha com algo capaz de aplacar a fome do ditador das selvas: um enorme pedaço de queijo Gorgonzola que ninguém jamais poderá explicar onde conseguiu (fábulas!). O Leão, ao ver o queijo, embora não fosse um animal queijífero, lambeu os beiços e exclamou:

- Maravilhoso, amigo, maravilhoso! Você é uma das sete maravilhas! Comamos, comamos! Mas, antes, vamos repartir o queijo com equanimidade. E como tenho receio de não resistir à minha natural prepotência, e sendo ao mesmo tempo um democrata nato e confirmado, deixo a você a tarefa ingrata de controlar o queijo com seus próprios e famélicos instintos. Vamos, divida você, meu irmão! A parte do rato para o rato; para o Leão, a parte do Leão.

A expressão ainda não existia naquela época, mas o rato percebeu que ela passaria a ter uma validade que os tempos não mais apagariam. E dividiu o queijo como o Leão queria: uma parte do rato, outra parte do Leão. Isto é: deu o queijo todo ao Leão e ficou apenas com os buracos. O Leão segurou com as patas o queijo todo e abocanhou um pedaço enorme, não sem antes elogiar o rato pelo seu alto critério:

- Muito bem, meu amigo. Isso é que se chama partilha, Isso é que se chama justiça. Quando eu voltar ao poder, entregarei sempre a você a partilha dos bens que me couberem no litígio com os súditos. Você é um verdadeiro e egrégio meritíssimo! Não vai se arrepender!

E o ratinho, morto de fome, riu o riso menos amarelo que podia, e ainda lambeu o ar para o Leão pensar que lambia os buracos de queijo. E enquanto lambia o ar, gritava, no mais forte que podiam seus fracos pulmões:

- Longa vida ao Rei Leão! Longa vida ao Rei Leão!



MORAL: Os ratos são iguaizinhos aos homens



______________________________
Texto de Millôr Fernandes

6 de jul de 2008

Era domingo...

Era domingo. Dia comum.
Todos entraram no carro e resolveram dar uma volta...
Depois de alguns minutos alguém sugeriu que fossem tomar banho em uma bica que ficava ali pertinho. Depois de vááários km percorridos, decidiram parar em um buteco pra tomar alguma coisa antes de prosseguirem rumo a bica. Depois de umas cervejinhas pros adultos e refrigerantes pras crianças, o passeio continuou. Alguns km a frente aparece a tal bica. Era um tanque antigo e na parede tinha um buraco bem pequeno de onde saia a água. Todo mundo deu muita risada e curtiram a beça. Fizeram uma fila indiana e um de cada vez ficava um pouquinho embaixo da bica.
Depois que todo mundo já tinha experimentada a bica, resolveram ir a um balneário. O balneário tinha uma piscina normal, uma piscina natural, alguns campos de futebol, um bar, uma churrasqueira e três bicas. Foram todos para as bicas. Essas sim eram de verdade. Se divertiram muito e voltaram pro bar. Os adultos bebiam e as crianças corriam de um lado pro outro, pulavam nas piscinas, corriam nos campos, iam pras bicas...
Depois que saíram do balneário, ainda tinha uma última parada antes de irem pra casa. Um dos adultos tinha uma casa na beira do rio e resolveram ir pra lá.
Enquanto os adultos conversavam na sala, as crianças já estavam brincando na parte da frente da casa, só que quando o rio enchia, a parte da frente da casa virava uma piscina e era bem nessa parte que as crianças estavam se divertindo.
Depois disso, todos foram pra casa. E assim termina o dia:
Os adultos na cozinha, tomando a última cerveja enquanto conversam sobre o dia que tiveram e as crianças na cama, dormindo exaustas.


Era domingo. Dia comum.

3 de jul de 2008

Presente de Príncipe!


Primeiro eu gostaria de agradecer ao Príncipe pelo presentinho que ele me deu, o selo 'Blog amigo'. =D
E agora eu tenho que cumprir a missão que me foi dada, postar aqui a 5ª frase da página 161 do livro mais próximo. O livro escolhido, foi o livro que eu estou lendo agora. A insustentável leveza do ser, Milan Kundera:

"A pequena cabeça sem corpo mexia-se lentamente e, de vez em quando, o bico deixava escapar um som triste e rouco."

28 de jun de 2008

Pérolas do São João

Parte I




Voltando do arraia alguém solta essa:

- Olha, aqui tem até vaca!!!
- Qual o problema??? Oo
- É pq d onde eu vim não tem vaca...
- [sem comentários...]

Em um outro dia, voltando do arraiá, alguém começa a se mexer e diz:

- Olha a minha sombra...
- Olha amiga, a minha mexe mais rápido...
- É pq a sua pilha é duracell
- [criiiiiiise de risos...]

Depois que todas as festas já tinham terminado, a gente tava no quarto arrumando as malas quando alguém diz (canta!)

- Dinheiro na mão é vendaval, é vendaval... Depois que a gente faz uma viajem dessa é que a gente percebe o sentido dessa música








Depois posto mais pérolas... ;)

__________________________________________________________
Tã nã nã nã nã nã nã
Í Í Í Í Í

14 de jun de 2008

sessão bizarra!

Hoje eu fui no cinema com minha prima assistir um filme que eu tava louca pra ver...
Sim, aquele das Crônicas de Nárnia (li todos os livros!rs) ...
Estava sentada na minha poltrona, bem lá no fundo, comendo minha pipoca hiper salgada e esperando o trailler começar, quando entra um grupo de 3 meninas e acho q 2 meninos, quando uma das meninas diz (grita!):

- A decadência dos filmes do barra!!

Dani volta a olhar o telão e pensa:

1º) Então pq será que ela ta aqui?
2º) Pra quem que ela gritou aquilo?
3º) Será que o menino que tá com ela vale tanto a pena assim pra ela vir ver um filme que ela não quer?

Depois ela volta a berrar:

- Fulano disse q o filme é péssimo:

Dani volta a pensar:

1º) Quem será fulano?
2º) E já que ele disse que é ruim, pq ela veio perder o tempo dela???
3º) Tomara que o menino valha mesmo a pena...

Depois disso, quando eu já tinha até esquecido da menina, se levanta um ser lá na frente e bate uma foto com flash...

Dani pensa:

-Pô, o cinema nem ta escuro, custava tirar o flash?

Por fim, no meio do filme começam a aparecer algumas luzes, olhei pra frente e vi 3 meninos com os celulares ligados tentando fazer alguma coisa e mostrando alguma coisa pros outros, isso levou mais ou menos uns 20 min ou mais...

Dani pensa:

- Putz, definitivamente o cinema não é mais a mesma coisa, isso aqui ta parecendo mais um playground com um monte de criança querendo aparecer!


É Tereza, como vc mesma diz, que esses pokémons voem na velocidade da luz!!!



________________________________________________
Retificando: Que esses pokémons decolem na velocidade da luz... rs

13 de jun de 2008

Antipáticas!


Pq será que eu lembrei do meu pai??? rs rs
(Quem leu o post que eu fiz pra ele, dia 26 de abril, vai entender!)
FELIZ ANIVERSÁRIO, PAI!!! =D
TE AMO!!!

12 de jun de 2008

Eu te amo!



Há alguns meses, em um período que estava sendo bem complicado pra mim, eu conheci você...
Eu cheguei no colégio no segundo semestre. Colégio novo, cidade nova e gente nova. Eu não conhecia ninguém, foi quando no intervalo da primeira aula você veio falar comigo, se apresentou, me deu as boas vindas e disse que qualquer coisa eu poderia falar com você, depois abriu um sorriso lindo e saiu. Os dias foram passando e acabamos ficando amigos, te adicionei no msn e passamos a conversar todos os dias...
Já tinham se passado algumas semanas e eu estava morrendo de saudade dos meus amigos da outra escola, marquei uma tarde pra Rai e Joel (que tb já era seu amigo) irem lá em casa e te chamei tb. Você não apareceu. Passei a tarde conversando com eles e volta e meia eu sempre acabava falando de você, até que Rai e Joel se olharam e Joel me disse: Dani, você não acha que tá falando muito em Marcus?
Eu fiquei toooda sem graça e mudei de assunto, mas passei o resto do dia pensando naquilo.
De noite, quando você entrou no msn, eu já estava pronta pra te dar uma bronca quando você me disse: Oi, menina dos meus sonhos!
Pronto! Depois disso, quem disse que eu consegui dar mais alguma bronca?!
Se passaram mais alguns dias e aí teve uma viagem do colégio. Na viagem todo mundo já tinha percebido que tinha alguma coisa 'estranha' acontecendo e o pessoal não parava de abusar a gente no ônibus. Fomos assistir a palestra e na hora do intervalo ficamos pela primeira vez.
Eu tava morrendo de medo de alguém ver, mas foi maravilhoso!
Ninguém ainda tinha visto, mas na hora que voltamos pro ônibus e nos beijamos de novo, alguém lá no fundo viu e começou a gritar, depois disso, ninguém mais deixou a gente em paz.
Começamos a namorar e estamos juntos há quase dez meses (os melhores dez meses da minha vida!). E hoje é o nosso primeiro dia dos namorados juntos, o primeiro de muitos (assim espero!).




A sua falta me fez ver

O que de mau a vida pode ter

E a sua volta me dá mais

De todo o mel que eu ousaria querer


Sua presença me faz rir

Nos dias feitos pra chover

Nao há revolta pra sentir

Nem há milagre pra não crer



___________________________

P.S.: Eu te amo!

11 de jun de 2008

Bem que se quis

Minha mãe que tá cantando... =D

Lindo, né?

http://www.myspace.com/asenathcanta

_

9 de jun de 2008

Simples desejo

Que tal abrir a porta do dia,
Entrar sem pedir licença
Sem parar pra pensar,
Pensar em nada…

Legal ficar sorrindo à toa,toa
Sorrir pra qualquer pessoa
Andar sem rumo na rua

Pra viver e pra ver
Não é preciso muito
Atenção, a lição
Está em cada gesto

Tá no mar, tá no ar
No brilho dos seus olhos
Eu não quero tudo de uma vez
Eu só tenho um simples desejo

Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem





Composição: Daniel Carlomagno e Jair Oliveira

7 de jun de 2008

Sobre príncipes e princesas!

Tava lendo um post no blog da minha amiga-irmã e resolvi fazer um comentário, mas o comentário ficou tão bonitinho, mas tão bonitinho que eu resolvi postar aqui...
Antes eu queria fazer um resumo do que ela falava no texto, pra vcs entenderem (apesar de achar mais proveitoso vcs irem lá no blog dela, o endereço ta aqui do lado, o Deusa menina...).
Ela conta um pouco sobre a nossa infância (qndo tinhamos inveja dos meninos que brincavam na rua) e conta um pouco tb sobre o nosso adolescer...
Então aqui vai o comentario:

"Confesso que tb sempre quis ser como aqueles meninos (e até fui!).
Achei que nunca ia conseguir ser tão 'menina' qnto as outras, mas aí então descobri que não era só eu que era assim, que não era a única que achava que seria mais divertido ser príncipe que princesa, a gente não achava que tinha nascido pra ser boneca (na máximo aqueles bonequinhos de luta!rs), mas aí começamos a adolescer, descobrimos a vantagem de sermos meninas e termos 'Eles' aos nossos pés, nossos caprichos começaram a despertar e nosso espírito 'bonequinha de luxo' começou a aparcer!Descobrimos que ser menino é bom, mas que poder 'dominá-los' (msm q as vezes eles tb nos dominem) é melhor ainda.
Apesar de tudo isso, não somos totalmente patricinhas e nem totalmente 'moleques', aprendemos a conciliar tudo, hoje somos um pouco de cada (ex:Patricinhas que descem do salto pra pular na lama!).
Meio princesas, meio molecas (não deixamos de fazer nada só pq vai desmanchar o cabelo)...
Pra ser feliz a gente não precisa ser menina ou menino, a gente tem que aprender a ser um pouco dos dois, pq pra ser feliz basta viver!”





♪ Teco, teco, teco, teco, teco na bola de gude era o meu viver ♪

6 de jun de 2008

O dia de se ter alegria na vida!


“Hoje seria bom fazer algo fora do comum.
Podemos, por exemplo, dançar na rua enquanto caminhamos para o trabalho. Olhar nos olhos de um desconhecido e falar de amor à primeira vista. Dar ao chefe uma idéia que pode parecer ridícula, mas em que acreditamos. Comprar um instrumento que sempre quisemos tocar e nunca nos arriscamos. Hoje podemos chorar algumas mágoas antigas que ainda estão presas na garganta. Telefonaremos para alguém com quem juramos nunca mais falar (mas de quem adoraríamos escutar um recado em nossa secretária eletrônica). Hoje pode ser um dia considerado fora do roteiro que escrevemos todas as manhãs.
Hoje qualquer falha será admitida e perdoada. Hoje é o dia de se ter alegria na vida.”



__________________________
Texto retirado do livro Maktub

3 de jun de 2008

O que eu aprendi com o presidente Lula.

Parte I


"Quando se aposentarem, por favor, não fiquem em casa atrapalhando a família. Tem que procurar alguma coisa para fazer."

"Falar de doença mental não deve ser difícil para ninguém (...) sabemos que o problema não atinge apenas os que já foram identificados como pessoas com algum problema de deficiência, porque a dura realidade é que todos nós temos um pouco de louco dentro de nós. Todos nós. Quem não acreditar, é só fazer uma retrospectiva do seu comportamento pessoal nos últimos dez anos".


Lula, ao assinar o Estatuto do Idoso perante uma delegação de idosos, no dia 1º de outubro de 2003. Fonte: Agência Estado - 01/10/2003


E eu vou dizer que ele está errado???
Façam essa retrospectiva pra ver...
E quanto aos aposentados...
Vão trabalhar vagabundos!

É cada um que me aparece...
Era só o que faltava... ¬¬'

30 de mai de 2008

Contos de fadas




Não me perguntem porque, mas naquela manhã nós destruímos todos os contos de fadas...

- Não sei como o príncipe da Bela Adormecida teve coragem de beijar ela... imagine há quanto tempo ela não escovava os dentes...
- Pois é... Pense então na Rapunzel. A bichinha tava tão desesperada pra encontrar um homem que até jogou os cabelos pro príncipe subir...
- E a Bela? Tava tão desesperada que se apaixonou pela fera...
- É... Mas no caso da cinderela o maluco era o príncipe, tava tão apaixonado que procurou no reino inteiro pelo pé da mulher...
- Certa mesmo tava a Branca de Neve, morando numa casa com sete!!!
- E Chapeuzinho Vermelho? Foi levar os doces pra Vovó, mas ela tava mesmo é doida pra encontrar o lobo mau!!!


E assim fomos o resto do caminho...
Falando mal de todos os contos de fadas...


A conversa aconteceu mais ou menos assim...
Algumas coisas eu lembrei e outras eu inventei pq n lembrava o que tínhamos falado sobre o conto, mas o certo é que falamos mesmo de todos!!!


Não pensem vocês que somos pessoas sem coração ou que estávamos revoltadas com todos os homens da face da terra (talvez alguns...). O problema é que a nossa imaginação pela manhã é uma coisa incontrolável, imagine então as duas juntas.rs




_________________________________
'Estou de volta pro meu aconchego...'


7 de mai de 2008

Aviso



Só queria avisar a vocês que agora vai demorar um pouco pra eu conseguir postar de novo, porque eu vou ter que estudar e não vai dar muito tempo pra vir aqui...
Mas prometo que assim que possivel eu tô de volta! =D
BjuxxX

26 de abr de 2008

Meu pai...






Já postei sobre a minha mãe e agora decidi falar sobre o meu pai tb...
Meu pai é inteligente, divertido e muito engraçado (apesar das piadas repetidas...rs)

Sinto falta de quando ele morava pertinho...

-De quando eu podia ver ele qualquer hora

-Dos lanchinhos na volta da biblioteca...

-Das pizzas de domingo...

-Do macarrão com atum...

-Das latas de creme de leite que ele comprava pra mim...

-Das sobremesas...

-Do musse de maracujá...

-Da risada dele quando a gente dizia: Oh sol, já que tu és tããão
forte... (queria ta perto quando ele tivesse lendo isso...rs)

-Dos livros que ele sempre trazia pra mim

-Das broncas por causa da escola ou pq ‘eu só faço bater perna na rua’ (até hoje não sei de onde ele tirou isso...rs)

-De algumas palavras carinhosas que ele sempre fala: Idióta e antipática

-Da tatuagem com a oração de São Jorge

-De quando ele fala: Olha o segredo...

-Daquela frase tantas vezes repetida: Um dia...

-E das vezes em que ele olhava pra mim e dizia: stabof, stabuf

-Eu sinto taanta falta da companhia constante do meu pai...


Pai, eu quero que você saiba que eu te amo muito e que meu amor é pra sempre (aquele pra sempre que não tem fim...)!

17 de abr de 2008

Zaluzejo


*



"Pigilógico, tauba, cera lítica, sucritcho,graxite, vrido, zaluzejo...


... Acredito que errado é aquele que fala correto e não vive o que diz"

(Fernando Anitelli)



*

11 de abr de 2008

As Mosqueteiras!



Achei que esses diálogos(de madrugada e sempre na casa de Thatinha), mereciam espaço aqui no blog...



"Diálogo às 4h, pós-festa perfeita:

- Quiosque; qui os que ... oh nome estranho!

- Não, eu gosto! Me lembra cachaça.

- hã?

- Né? Se bem que pra mim, André parece escada.

- É ... Cachaça parece escada.... "


[?]


"-Conversinhas de amigas no meio da madrugada:

Dani diz:

Aí a gente se reencontrou...

Ágatha diz:

E ele Dan, como tá?!

Raisa quase dormindo diz:

Hãn?

Dani diz:

Ele? Ele tá alto, forte, bonito... Tá óoooooooooooootimo!

Raisa diz:

Traduzindo... Ele tá é gooooooooostoso!

Ágatha diz:

Hmmm...

Dani diz:

Então, ele me chamou pra dançar...Mas tu sabe, né? Eu não sei dançar...

Ágatha interrompendo a conversinha diz:

Rai, Dan não sabe dançar...

Raisa (filha da modestia) diz:

Eh... E eu sou feia...

Ágatha diz:Tô sem palavras"


[??]


"E aqui a irmandade é fooorte..."


AMO MUITO VOCÊS

10 de abr de 2008

A Biblioteca!




Quando eu vim morar em muritiba, eu vivia reclamando, dizendo que era um absurdo a cidade não ter uma biblioteca (e realmente era!).
Depois de mais de seis meses morando aqui finalmente inauguraram uma biblioteca. Fiquei muito feliz, apesar de achar que a biblioteca (por ser nova) não seria lá grande coisa. Dois dias depois da inauguração eu fui lá ver e depois de ler alguns títulos de livros comecei a gostar...
Fiquei realmente satisfeita!
Agora só faltava fazer o cadastro para poder pegar os livros emprestados.
- Carteira de identidade
- Comprovante de residência
- Uma foto 3x4 (nossa, como eu detesto foto 3x4!)
Tirei a bendita foto (horrível por sinal) e fui fazer o cadastro. Fiz o cadastro e já saí de lá com um livro (O homem nu, Fernando Sabino) e com um prazo de oito dias para devolver. Terminei de ler e hoje voltei lá pra pegar outro livro (A faca de dois gumes, Fernando Sabino).
Apesar de gostar tanto de ler, eu nunca tinha feito ficha em uma biblioteca (deve ter sido por causa da tal foto 3x4), a primeira vez foi ontem. E adorei!

Acho que agora ganhei uma segunda casa...rs

6 de abr de 2008

3 de abr de 2008

"Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.
2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.
3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.
4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.
5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.
6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.
7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".
8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".
9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.
10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... que o AMOR existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena!"



Luís Fernando Veríssimo"

25 de mar de 2008

Para pais e filhos!

Quem me conhece sabe a admiração que tenho por minha mãe e a amizade que sempre tivemos uma pela outra.
Pois bem, hoje eu quero contar uma coisa que aconteceu há muito tempo e que eu trago comigo até hoje.
Quando eu tinha 4 anos, minha mãe escreveu uma lista que dizia as coisas que eu sentiria quando fosse adolescente. Quando eu fiz 9 ou 10 anos esses “sintomas” começaram a aparecer e todas as vezes que eu começava a dar ‘pití’, minha mãe mandava eu ir olhar a lista, eu lia, entendia e voltava para pedir desculpa.
Essa lista me acompanhou e me ajudou por muito tempo, me fez entender que ao contrário do que eu pensava, minha mãe me entendia e tudo que ela fazia era pro meu bem, por isso nossa amizade sempre foi tão forte.
Aprendi a confiar muito na minha mãe, sempre segui todos os conselhos que ela me dava e isso me fez muito bem, me fez sofrer menos do que eu sofreria com aquele famoso “ninguém me ama, ninguém me quer”, por isso, hoje, eu decidi compartilhar essa lista com vocês.

“ QUANDO EU FOR ADOLESCENTE:

1. Vou achar que minha mãe ou meu pai não gosta de mim.
2. Meu irmão vai ser a pessoa mais insuportável do mundo.
3. Vou ter a certeza de que ninguém me entende em casa.
4. A opinião dos meus amigos sempre vai me parecer mais acertada.
5. Vou sentir muita dor no peito, nervoso e angustia, vou querer chorar sem saber por que.
6. Vou me descontrolar de repente e maltratar quem estiver por perto.
7. Quando eu for estúpida, vou ter certeza de que o outro foi o culpado.
8. Os mais velhos vão me parecer patéticos, perfeitos idiotas.
9. Vou querer ir embora de casa.
10. Nos momentos mais difíceis, a morte vai me parecer a única saída.
11. Enquanto não encontrar coragem pra morrer, vou pensar em experimentar algum tipo de droga, para diminuir um pouco a dor, angustia e sofrimento provocados pelos meus hormônios.

E agora, eu tenho saída?

Em qualquer desses momentos, lembrar imediatamente que em qualquer circunstância, mamãe e papai te amam muito e sempre, que seu irmão depende do seu amor e veio pra cuidar de você, e finalmente que os hormônios foram criados por Deus, portanto, ele sabe o que está fazendo.
Então filha, enquanto tudo isso passa, confia na sua família e seja feliz SEMPRE!

Asenath. “

Mãe, eu amo você!

17 de mar de 2008

O mundo está ao contrário e ninguém reparou...


Estava assistindo televisão outro dia e vi uma reportagem que mostrava um empacotador de supermercado que encontrou uma mala com dinheiro e devolveu ao dono. O jornal estava fazendo um alarde por causa da honestidade do menino.
Isso me fez pensar...
Uma coisa que deveria ser natural se transforma em ato heróico.
Honestidade deveria ser uma coisa que todos nós deveríamos ter.
Mas não foi só nisso que eu estava pensando, tem muita coisa errada...
Os bandidos estão soltos enquanto os presos somos nós...
As pessoas que escolhemos para nos representar são as mesmas que nos roubam com a cara mais lavada...
Tem presidente brigando com presidente...
Tem mais falcatruas sendo descobertas...
O tráfico ta rolando solto...
Tem assassinatos que não acabam mais...
E obviamente os problemas não param por aí...
Enquanto isso nós ficamos bem no meio desse fogo cruzado...

Pois é...
Como bem dizia meu querido Nando Reis: “O mundo está ao contrário e ninguém reparou”

1 de mar de 2008


“O homem é incapaz de sofrer ou de ser feliz por muito tempo”

Li essa frase esses dias em um livro (A Peste, Camus), e fiquei pensando nela...
Tive que concordar com o autor...
Ninguém consegue ser feliz por muito tempo, quando as coisas estão muito boas, a gente sempre acha alguma coisa pra reclamar, nunca ficamos totalmente satisfeitos!
E não somos capazes de sofrer por tanto tempo, sempre achamos alguma coisa de bom em tudo que está acontecendo (o velho jeito Pollyana de ser), ou então aparecem aqueles amigos de verdade pra nos animar...

O certo é que nunca nos satisfazemos de verdade, as coisas nunca saem do jeito que a gente planejou e geralmente não queremos entender que as coisas são assim mesmo...

Eu aprendi que tanto as alegrias, quanto as tristezas são formas de aprendizado...
.









*E eu estou sempre disposta a aprender! =D

20 de fev de 2008

Bom Dia!

Passei muito tempo olhando pra esse título, tentando achar palavras que mostrem o que essa frase representa pra mim...
Normalmente é uma frase que as pessoas dizem quase que maquinalmente todos os dias, mas não pra mim...
Todos os dias que eu chegava no colégio e escutava ‘aquele’ ‘bom dia’, eu tinha certeza que o dia realmente seria bom, não era um simples ‘bom dia’, era um ‘bom dia’ sincero, que me trazia alegria por mais triste e chateada que eu estivesse, era o que tornava o meu dia especial, era a minha compensação por ter que acordar cedo todos os dias pra ir pra escola...
Era um ‘bom dia’ revelador...
Depois dele eu sabia o que viria...
Planos na escada do colégio, trocas de bilhetinhos nas aulas, a brincadeira do ‘ou’, passinhos de dança em qualquer lugar, gritos(sim, pq a gente não falava, a gente gritava), mais conversas na porta do colégio no final das aulas, as broncas quando chegávamos em casa atrasados pro almoço...

A gente incomodava... MUITO!
Incomodava pq a gente era feliz constantemente e felicidade alheia sempre incomoda...
Incomodava pq a gente era diferente e todo mundo percebia isso...
Incomodava pq éramos capazes de fazer qualquer coisa e fazíamos muito bem!

A gente incomodava por sermos nós mesmos sempre!

Hoje ninguém mais me diz ‘bom dia’ nem ‘boa tarde’ e o ‘boa noite’ é dito quase maquinalmente... não é sincero!

Continuo dando ‘bom dia’, ‘boa tarde’ e ‘boa noite’ pra todos, mas continuo sem respostas...



Ai que saudade do meu ‘bom dia’...


aquele acompanhado de um sorriso e de um abraço bem apertado que normalmente me tirava do chão!

15 de fev de 2008

Solidão...

Depois de tanto tempo sem postar nada(Noooossa, qnto tempo...rs), nada melhor do que voltar com um texto do meu querido Chico, né???
"Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo...
Isto é carência!
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar...
Isto é saudade!
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos...
Isto é equilíbrio!
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente...
Isto é um princípio da natureza!
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
Isto é circunstância!
Solidão é muito mais do que isto...
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma".



Chico Buarque de Holanda

10 de fev de 2008

Príncipe que é príncipe...


Nós até somos bastante parecidos e segundo o horóscopo chinês somos:
Teimosos, impulsivos,orgulhosos e queremos sempre dar a última palavra.(Imagine as brigas que não deve dar pq os dois querem dar a última palavra???rs)
Ele até hoje dá risada disso, mas comecei a me apaixonar por ele quando eu o vi escrevendo (sempre achei lindo meninos canhotos) e me apaixonei por completo quando eu o vi tocando violão, pra que mais perfeito? Uma canhoto que toca violão!rs

E já que príncipe que é príncipe tem que tocar violão, então já achei o meu!!!

Eu gosto dele exatamente do jeitinho que ele é: Um canhoto que toca violão e usa óculos...rs

“O teu maior defeito
Talvez seja a perfeição
Tuas virtudes
Talvez não tenham solução”

Te Amo, Vini!!!

6 de fev de 2008

RELD


Engraçado como tudo passa tão rápido...
No primeiro semestre do ano passado eu tinha amigas confidentes que eu tinha certeza que levaria para o resto da vida. Até aquele momento nós já tínhamos vivido muitas coisas juntas, era muita história pra contar...
No segundo semestre eu saí do colégio e mudei de cidade, nada muito longe, é bem pertinho até, mas já não estávamos tão unidas...
Em outubro choramos abraçadas cantando Laura Pausini e jurando que nunca mais nos separaríamos...
Hoje, nem no msn mais...
Daquele passado cheio de planos só sobrou o nome (ou nem sobrou...):
RELD.
Agora essas amigas tem outras amigas e das três só resta uma comigo, a minha irmã!
Cada uma seguiu seu rumo e acabou! Agora, boa sorte!
Só confesso que fiquei muito triste pela forma como as lágrimas e as palavras se perderam tão facilmente...

A elas, obrigada por tudo que me ensinaram!
E a minha irmã, obrigada por ainda estar comigo!

Minha mãe sempre me disse que enquanto a gente cresce, a gente vai deixando os amigos pra trás, até que os colegas de colégio vão desaparecendo por completo...
Nunca acreditei muito nisso, sempre achei que minhas amizades fossem fortes demais pra acabar assim (devia ter acreditado mais em minha mãe!)...

Com isso, não quero dizer que não tenho amigos, pelo contrário, tenho os melhores e devo muito a eles!

P.S¹: Espero que as mosqueteiras nunca se separem também!
P.S²: E que aqueles dois não tenham se afastado pra sempre!

24 de jan de 2008

Eu tropeço e não passo do chão...

Não pensa mais nada
No final dá tudo certo de algum jeito
Eu me acerto, eu tropeço
E não passo do chão

Pode ir que eu aguento
Eu suporto a colisão
Da verdade na contra-mão
Eu sobrevivo
E atinjo algum ponto
Eu me apronto pro dia seguinte

Escovo os dentes
Abro a porta da frente
Evito a foto sobre a mesa
E ninguém aqui vai notar
Que eu jamais serei a mesma.



Zélia Duncan

Ah, o verão!!!


Não Klê e não Nih, vcs n são só um p.s.!!!
Sem vcs meu verão não seria o msm...
Com quem eu iria comprar "aquele" presente especial("naqueeeeele" lugar...) e com quem eu ia rir depois que o presente fosse entregue???
E com quem eu ia ter os outros momentos tão especiais???
*Comer pastel(queijo, presunto, goibada, queijo com presunto, queijo com goiabada e tudo junto!!!) de madrugada
*Jogar volei (msm eu sendo tão ruim)
*Jogar futebol( sem comentários)
*Tocar violão pra lua sentada na janela do quarto (No caso, Klê tocando violão...)
*Conversar de madrugada...
*Jogar baralho, dominó, dica...
*Tirar certas fotos que depois deixam Daniella MORTA de vergonha!!!
*Guiness
*...

E ouvir algumas coisas como:

*"Você gosta de frango??? (...)"
*"Oh retaaaaaaaaaado!!!"
*"Ah, délÉcia!!!"
*"Sabe o que é dificil??? Eu vou te contar o que é dificil. dificil é(...)"
*"O sombreiro é de grátis. E aí, vai querer???"

Eu amo vcs demais!!!

Obrigada pelos melhores verões!!!

19 de jan de 2008

Pára tudo, que eu preciso falar!!!
Preciso falar de algumas pessoas que tem sido tudo pra mim nos últimos dias...
Só um esclarecimento antes: por meio desse post não estou querendo desmerecer os outros amigos, todos eles são importantíssimos pra mim, até pq não existem melhores amigos, se são amigos já são os melhores!!!
Mas voltando...
Rike, Victor, Raí e Man...
Vocês tem sido um verdadeiro presente de Deus pra mim e eu n sei o q seria da minha pessoa sem a dureza necessária de Rike, sem as novidades de Victor, sem os conselhos de Raí e sem o carinho de Man, sem contar, claro, com o apoio de todos eles!
Bom, hj o meu post é para agradecer muito a vocês por estarem em minha vida!
Obrigada por tudo!!!
Amo vocês demais!!!







P.S.: Nih e klê, eu amo vcs!!!