25 de mar de 2008

Para pais e filhos!

Quem me conhece sabe a admiração que tenho por minha mãe e a amizade que sempre tivemos uma pela outra.
Pois bem, hoje eu quero contar uma coisa que aconteceu há muito tempo e que eu trago comigo até hoje.
Quando eu tinha 4 anos, minha mãe escreveu uma lista que dizia as coisas que eu sentiria quando fosse adolescente. Quando eu fiz 9 ou 10 anos esses “sintomas” começaram a aparecer e todas as vezes que eu começava a dar ‘pití’, minha mãe mandava eu ir olhar a lista, eu lia, entendia e voltava para pedir desculpa.
Essa lista me acompanhou e me ajudou por muito tempo, me fez entender que ao contrário do que eu pensava, minha mãe me entendia e tudo que ela fazia era pro meu bem, por isso nossa amizade sempre foi tão forte.
Aprendi a confiar muito na minha mãe, sempre segui todos os conselhos que ela me dava e isso me fez muito bem, me fez sofrer menos do que eu sofreria com aquele famoso “ninguém me ama, ninguém me quer”, por isso, hoje, eu decidi compartilhar essa lista com vocês.

“ QUANDO EU FOR ADOLESCENTE:

1. Vou achar que minha mãe ou meu pai não gosta de mim.
2. Meu irmão vai ser a pessoa mais insuportável do mundo.
3. Vou ter a certeza de que ninguém me entende em casa.
4. A opinião dos meus amigos sempre vai me parecer mais acertada.
5. Vou sentir muita dor no peito, nervoso e angustia, vou querer chorar sem saber por que.
6. Vou me descontrolar de repente e maltratar quem estiver por perto.
7. Quando eu for estúpida, vou ter certeza de que o outro foi o culpado.
8. Os mais velhos vão me parecer patéticos, perfeitos idiotas.
9. Vou querer ir embora de casa.
10. Nos momentos mais difíceis, a morte vai me parecer a única saída.
11. Enquanto não encontrar coragem pra morrer, vou pensar em experimentar algum tipo de droga, para diminuir um pouco a dor, angustia e sofrimento provocados pelos meus hormônios.

E agora, eu tenho saída?

Em qualquer desses momentos, lembrar imediatamente que em qualquer circunstância, mamãe e papai te amam muito e sempre, que seu irmão depende do seu amor e veio pra cuidar de você, e finalmente que os hormônios foram criados por Deus, portanto, ele sabe o que está fazendo.
Então filha, enquanto tudo isso passa, confia na sua família e seja feliz SEMPRE!

Asenath. “

Mãe, eu amo você!

10 comentários:

Victor Moraes, disse...

que lição. que idéia genial também. vou lembrar disso quando Sean nascer.

mas me-ni-na, já chegou nessa 11 foi!? auhsuahsuahsuahsua :p

Dani Souza disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Depende...
Bebida é msm considerada como droga???

;D

Asenath disse...

Aff...o que comentar sobre uma coisa dessas??
O sonho maior de uma mãe é sentir o gostinho da missão cumprida....No meu caso, nunca podería imaginar que vc, em pleno exercício da sua adolescência, me daría um presente neste nível.
O reconhecimento de qualquer coisa que façamos já é bom demais da conta para qualquer mãe, mas o melhor é saber que esta lista surgiu exatamente do pânico que eu sentia em ser mãe de adolescentes....esse teu gesto não só me emocionou como me mostrou, mais uma vez, o quanto vc é especial e muuuuuuuuuuuuuuuuuuito rara!!!!!
Sabe o que é mais engraçado??É que seu irmão me saiu um adolescente delicioso também!!
Tô começando a achar que tive medo a toa....acho que sou boa nisso!!(ou então eu me borrei toda dando uma maravilhosa "cagada")kkkkkkkkkkkk....
CAAAAAAAARA...EU TÔ ME ACHANDOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!rsrsrsrsrs.....
TE AMUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!

Tatha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tatha disse...

Ah... eu ultimamente tenho sido suspeita pra falar de minha tiia!
Sorte. Isso que Daniella tem. Muita sorte. Tipo, "meu amor vc me dá sorteee..." rs
Ah... tia Asenath sempre acerta! Com esse sorriso contagiante. Com essa paz de espirito, com essa lição que sempre tem a ensinar! Ah... a senhora é simplesmente demais.
E tipo, essa listinha aí, é pra mim também...né? E pra meus filhos, netos... Tô dizendo, tiiia Asenath sempre acerta! Fico impressionada com tamanha capacidade e sensibilidade que essa GRANDE MULHER tem dentro de si.
Ah, vou aproveitar pra agradecer, né? A senhora saaabe! rs
E Dani, aproveita sua mãe! Ela é mais do que especial.
Preciso dizer que amo as duas?
Ah, pra não perder a prátiica:
AMO VCS!

Beeeeeeeijo;*

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nanda Abreu disse...

huahuahuahua

Dan adorei!
tinha q ser tia
sabia q sua mãe daria uma bela pscicóloga
rsrsrsrs


TE amo!

Rα i sα ~ disse...

É, Tháta; sorte de Dani.
Porém, como ela aprendeu também aprendeu em casa a não ser egoísta, sorte nossa também :)
... por termos sempre perto uma pessoa tão iluminada, sempre disposta a nos ensinar, nos apontar um caminho mais seguro, uma pessoa firme no que diz e com um sorriso que por tantas vezes trouxe paz pra mim; sorte por ouvir música boa em casa, sabe?; sorte por saber que há esse colo pra chorar, esse abraço pra se sentir segura e essa mão pra segurar.
Ops, pega tudo que eu falei e multiplica por dois.
Temos muita sorte de ter vocês duas, mãe e filha.


p.s.: Ana Lis vai ler isso e vai ouvir nossas histórias.

Rα i sα ~ disse...

Saudade de ter vocês.

Joell disse...

“ninguém me ama, ninguém me quer”

já cantei essa frase!

será q todos já falaram ou cantaram tmb?
??
=D
bju!