22 de jul de 2012

O anjo mais novo

"Enquanto houver você do outro lado, aqui do outro eu consigo me orientar" ( O anjo mais velho, Teatro Mágico)



Eu achava que essa era uma música de amor, e era, mas não do jeito que eu pensava. Depois que descobri que Anitelli tinha feito essa música para o irmão dele, ouvi de novo e vi que é o jeito que eu me sinto com relação ao meu irmão.
Sempre disseram que a gente era diferente, e que não é comum dois irmãos tão unidos. Talvez eles tenham razão, sempre achei mesmo que isso era de outra vida.
Uma vez me perguntaram: você e seu irmão fazem tudo juntos, é?
Fazemos. A gente viaja junto, estudamos na mesma faculdade, tem os mesmos amigos e vamos às mesmas festas. Algumas vezes ele até insiste pra eu ir junto. Estranho? Eu não consigo achar.
Meus pais são minha vida, mas meu irmão me passa uma segurança e uma força, que talvez eu não tivesse sem ele. Uma certeza de que, independente de qualquer coisa, eu nunca vou estar sozinha. Ele é meu porto seguro e toda a minha força.
Eu admito que muitas vezes eu sou chata, pego no pé e fico me preocupando à toa, mas é porque ao contrário de Anitelli, o meu anjo é mais novo e eu não consigo não cuidar.
Dizem que os amigos são os irmãos que a gente escolhe, e eu escolhi alguns, mas, além disso, eu também escolhi o meu irmão para ser meu amigo.
E esse é o meu segundo presente de aniversário para você, seu chato! ^^