1 de mar de 2008


“O homem é incapaz de sofrer ou de ser feliz por muito tempo”

Li essa frase esses dias em um livro (A Peste, Camus), e fiquei pensando nela...
Tive que concordar com o autor...
Ninguém consegue ser feliz por muito tempo, quando as coisas estão muito boas, a gente sempre acha alguma coisa pra reclamar, nunca ficamos totalmente satisfeitos!
E não somos capazes de sofrer por tanto tempo, sempre achamos alguma coisa de bom em tudo que está acontecendo (o velho jeito Pollyana de ser), ou então aparecem aqueles amigos de verdade pra nos animar...

O certo é que nunca nos satisfazemos de verdade, as coisas nunca saem do jeito que a gente planejou e geralmente não queremos entender que as coisas são assim mesmo...

Eu aprendi que tanto as alegrias, quanto as tristezas são formas de aprendizado...
.









*E eu estou sempre disposta a aprender! =D

2 comentários:

Victor Moraes, disse...

feliz depois triste. Triste depois feliz.
Esse vai e vem. Esse balanço.
É um mal necessário!?
- Eu acho que sim!
o que seria da vida sem o equilíbrio!?

equilíbrio. equilíbrio.

Man C= disse...

é paradoxo, mas é reaal...
e 'aprender' é o meu verbo favorito