29 de out de 2008

Falta tanta coisa pra dizer que nunca consigo

Ela abriu o guarda-roupas e tomou um susto com a bagunça. Resolveu arrumar.
No meio da bagunça, encontrou uma caixa de sapatos cheia de recordações e dentro dessa caixa havia uma caixa menor, rosa e em forma de coração, pegou-a com carinho e abriu, dentro da caixa dançava uma bailarina linda e enquanto ouvia aquela música seus olhos se encheram de lágrimas, depois que a música acabou ela deu mais corda e começou a analisar o que tinha dentro da caixa. Encontrou embalagens de bombons, bilhetinhos e cartões, cartões que lhe diziam o quanto era especial e que lhe prometiam a eternidade, ela sentiu saudade e a lágrima finalmente caiu. Ela guardou as coisas e sentou na frente do computador, tinha muito trabalho pra fazer, mas não conseguia se concentrar. Desistiu de trabalhar, colocou uma música e foi relaxar, mas a música dizia tudo que ela estava sentindo e novamente a saudade apertou, sabia que ali não era onde queria estar.
Ela começou a pensar em outras coisas e lembrou de um menino que a encantou no inicio do semestre, gostava de sua companhia e ele a divertia, desde o inicio ela sabia que não daria certo, mas insistiu burramente. Ele se mostrou imaturo e infantil, uma pessoa que só se preocupava em mostrar aos outros o quanto ele era bom e que por isso tinha quem quisesse. Ela sabe que foi uma idiota caindo na lábia dele, mas não admite, sempre disse que tinha tudo sob controle, apesar de saber que não resistia a tanta proximidade.
Depois de tanto tropeçar, ela caiu em mais uma provável história feliz, mas dessa vez ela está bem mais cautelosa, não quer se precipitar de novo, afinal, como ela leu uma vez: Tudo pode acontecer, inclusive nada!


“Ela diz que apesar de tudo ela tem sonhos
Ela diz que um dia a gente há de ser feliz
Se Deus quiser!”




__________________________
P.S.: Kon ainda dorme comigo! :)

5 comentários:

Haseo disse...

O.O nem vo perguntar o pq disso...

Meu Mundo disse...

Dan, a gente tende a aprender com as experiências vividas...sejam boas ou ruins...tudo é aproveitado. Ser cautelosa é uma virtude...assim como não esperar demais das coisas e das pessoas...mesmo pq tudo é uma caixinha de surpresa, né?!
Tenha coragem...coragem para viver uma nova história, se doar no seu limite, e acreditar que algo bem melhor está por vir. É isso!

Amo-te...* Au revoir!

Will.ieR disse...

E dá-lhe confissoes de Dandara! Rs...
Nossa, muita linda essa postagem!
Mesmo! :D

História real?
Imaginária?
Confissões?

Heart-shaped-box.NIRVANA!
Ha ha...

Beijos, valeu pelos coments!
Não me canso de ler seu blog!

Rα i sα ~ disse...

Ow, irmã ... agora uma vontade louca de dizer aqueela frase me consome, mas a sua irmãzinha não faz o gênero 'eu te avisei'. Até porque, se avisar bastasse, eu teria ouvido todos os seus alertas também, né? Enfim, o que acho de mais válido e bacana em tudo isso é que você cresce, você aprende. É tão bom te ouvir dizer 'eu mereço mais do que isso'. Porque você merece o mundo e mais além. E, sim, um dia a gente há de ser feliz (Deus tá querendo).

Te amo.

Rα i sα ~ disse...

p.s.: a gente sempre foi feliz - isso é só uma pausa.