9 de out de 2008

Socorro, não estou sentindo nada!

Hoje acho que só Arnaldo Antunes conseguiria traduzir o que eu estou sentindo...
Acordei sem vontade...
Sem vontade de conversar, sem vontade de acreditar, sem vontade de ter paciência, sem vontade de sentir o que quer que seja, seja amor ou dor...
Estou sem vontade.
Há alguns dias, eu li um texto que falava de borboletas (
http://kizabelle.blogspot.com/2008/09/borboletas-na-barriga.html), aquelas que ficam na nossa barriga fazendo cócegas quando um certo alguém aparece, eu também sentia essas tais borboletas, mas hoje elas simplesmente desapareceram, foram sem deixar nenhuma pista, sem dizer se voltam ou se foram de vez.
Mas hoje eu também estou sem vontade de sentir tais borboletas, hoje elas nem fazem mais sentido. Aliás, hoje nada tem feito sentido.
Nem as músicas que falam de saudade conseguiram me tocar...
Não gosto de ficar assim, mas estou sem força, sem ânimo e sem vontade de mudar o dia.




"Socorro, alguém me dê um coração
Que esse já não bate, nem apanha"




.

6 comentários:

Meu Mundo disse...

Cherry, vc tem todo direito de ter dias cinzas na sua vida. E deveria encarar de uma forma mais otimista...esses dias são ótimos para fazer reflexão, um balanço geral da nossa vida. Podemos aproveitar tb para fazer uma limpeza dentro da gente..jogar fora tudo que não serve mais. Sentimentos que não indefinidos, pessoas água com açucar. Enfim, utiliza da melhor forma os dias cinzas.
E quanto as borboletas, pode ter certeza que elas voltam...ah...se voltam! rs

Amo-te!

kaká disse...

O mundo pode até Fazer você chorar Mas Deus te quer sorrindo. :D:D:D
Que dizer Não só Deus como eu :D ,
e se depender de mim vc Não vai Tirar + esse sorriso do rosto heuheuheueheu
Dan relaxa quando se sentir assim é só Ligar pra aquele numero Viu?
3241-**** kkkkkkkkkkkk
Beijos Minha " Cavalinha " predileta.

Rα i sα ~ disse...

Qto a um coração QUE BATA, cherry, arranja pra duas.

Diego! disse...

Meu coração anda em estado vegetativo. De vez em quando acho que uma escola de samba se muda pra lá. Mas, logo depois a calma e o nada voltam.
Mesmo assim tá bom. Ele precisa de calma mesmo.

Quer dizer. Assim acho!

até...

Teresa disse...

ihhh

borboletasssssss

adoro sentir borboletas hehehe

=*

Victor Moraes, disse...

Sei como é isso. Não sentir nada é pior que sofrer ou sei lá...

Mas só preparar esse jardim que uma hora elas reaparecem...e em bando!