6 de fev de 2008

RELD


Engraçado como tudo passa tão rápido...
No primeiro semestre do ano passado eu tinha amigas confidentes que eu tinha certeza que levaria para o resto da vida. Até aquele momento nós já tínhamos vivido muitas coisas juntas, era muita história pra contar...
No segundo semestre eu saí do colégio e mudei de cidade, nada muito longe, é bem pertinho até, mas já não estávamos tão unidas...
Em outubro choramos abraçadas cantando Laura Pausini e jurando que nunca mais nos separaríamos...
Hoje, nem no msn mais...
Daquele passado cheio de planos só sobrou o nome (ou nem sobrou...):
RELD.
Agora essas amigas tem outras amigas e das três só resta uma comigo, a minha irmã!
Cada uma seguiu seu rumo e acabou! Agora, boa sorte!
Só confesso que fiquei muito triste pela forma como as lágrimas e as palavras se perderam tão facilmente...

A elas, obrigada por tudo que me ensinaram!
E a minha irmã, obrigada por ainda estar comigo!

Minha mãe sempre me disse que enquanto a gente cresce, a gente vai deixando os amigos pra trás, até que os colegas de colégio vão desaparecendo por completo...
Nunca acreditei muito nisso, sempre achei que minhas amizades fossem fortes demais pra acabar assim (devia ter acreditado mais em minha mãe!)...

Com isso, não quero dizer que não tenho amigos, pelo contrário, tenho os melhores e devo muito a eles!

P.S¹: Espero que as mosqueteiras nunca se separem também!
P.S²: E que aqueles dois não tenham se afastado pra sempre!

6 comentários:

Victor Moraes, disse...

não é mosqueteira é "antonia"!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

vou dizer o que Elis e Milton me disseram ontem [05/02] e eu disse a Rai também:

"...é olhando o que fomos que nós iremos crescer!"

te amão

Dani Souza disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

"Antônia brilha..." rs rs

Quando eu olho o q eu fui, m dá uma vontade absurda d ser diferente...
Tantas pessoas me fizeram d besta, Victor...

Mas até essas pessoas me ensinaram muito, agora eu sei o q eu qro ser...
Sempre melhor!!!

Te Amo!!!

Rα i sα ~ disse...

Ainda há pouco olhava as últimas fotos do RELD - últimas do verbo 'mais recente' e de ú l t i m a s - e isso me doeu. Fiquei tentando imaginar o que as outras letras pensavam sobre ssa ausência, essas palavras ao vento e lágrimas atoa, enfim. E só pude mesmo agradecer a você, irmã, por, desobedencendo o alfabeto, manter o seu D sempre bem perto do meu R. Amizades acamba, já aceitei isso. A diferença é que você é minha irmã, isto sim é eterno! Eu te amo.

Dani Souza disse...

Também andei pensando no q as outras letras achavam...
Parece que elas n acham mais nada!
Já acharam outras amigas, amores perfeitos e agora tem outros interesses...

E sim, faço questão de desobedecer o alfabeto...

Meu amor por vc...
Isso é eterno!!!

Rα i sα ~ disse...

Dói. Dói muito !
Mas não desejo mal a elas ...
Pelo contrário .
Quero que elas sejam felizes, que
as novas amizades sejam fieis e que
os amores, perfeitos, sejam eternos.
Porque eu estava disposta a ser.
Enfim, irmã ...
estamos juntas e é isso que importa.



Que você tenha muitos amigos,
mas que em mim você possa confiar.
... e com os que erram feio e
bastante, que você consiga ser tolerante!







___________________________________
~ ow, Antônia brilha !

não se preocupe,
as três mosqueteiras, como eu vi no filme,
não se separam ...
posto que não somos amigas !
E tenho dito.

Victor Moraes, disse...

Respondendo a primeira resposta de dani da outra resposta [hãã?]
_______________________________

É assim que devemos ver! o mal tambm acaba nos fazendo bem, nos fazemos aprender.
Estamos no festival de "Lammas" no paganismo, é agradecer pela colheita. Pelo bem que só nos faz alegres e o mal que só nos faz melhores, aprendizes!