7 de nov de 2008

O fim é belo e incerto, depende de como você vê

De repente toda mágica se acabou...
Não, não acabou hoje, já faz algum tempo, mas só agora ela se deu conta de que o pra sempre acabou mesmo (1 x 0 pra Cássia Eller!).
Sabe que nada foi em vão, tudo que disse e sentiu foi de verdade, mas sabe também que não vale mais a pena tentar, daqui pra frente só seria mais sofrimento.
Não é fácil apagar as fotos e mensagens do celular e as músicas ainda incomodam, é estranho ouvir aquela música e saber que ela não significa mais nada, aliás, muita coisa está incomodando, inclusive ter que engolir aquelas duas palavras que ele disse no final.
Apesar de ter vontade de chegar na frente dele e dizer tudo que ainda está engasgado, ela sabe que não deve e não vai fazer isso, não vale mais a pena discutir, não vale mais a pena se magoar tanto.
Ela tem que seguir em frente e está seguindo, apontou pra fé e voltou a remar (desistiu de voar!).

“Sempre encontro o sorriso e meu paraíso é onde estou”





____________________________________________________________________
P.S.: Jurei pra mim mesma que não ia escrever uma palavra sobre esse assunto, mas eu precisava desabafar, não pra ele, mas por mim.

10 comentários:

Meu Mundo disse...

Cherry, sempre temos que fazer algo pensando na gente. Pode parecer egoísmo, mas aprendi com várias, e várias experiências vividas.
Que bom que resolveu desabafar, e o melhor de tudo é que se sentiu bem por fazer isso. É tão bom qdo fazemos algo pensando no nosso eu...e pouco se lixando para o eu alheio.
Espero que realmente esse seja o ponto final que faltava nesse assunto, e que você não deixe de voar, pois tirar os pés do chão às vezes faz muito bem.

bisous*

May-Chan! disse...

*--* Meu Deus, é Teatro Mágico!

Hey, é a primeira vez que visito aqui e ja me encantei(claro, TM logo de cara)!
Acredito ja ter passado por uma situação semelhante a que você relatou nesse post, e por isso sei como é difícil tentar não pensar nisso.
Mas sabe,é bom falar. É legal mostrar pra nós mesmas o que pensamos sobre cada coisa...^^

O blog ta lindo, parabéns!
Beijos

Anônimo disse...

Realmente ñ dá pra ficar se magoando mais...Dani, uma história como todas as outras ñ é feita só de momentos maravilhosos...
Será q foi praga da sua prima Nina???(O perfume já tá chegando no final sabia?!)Axo q ñ...
Espero de coração q esteja bem...
Bju,se cuida!

P.S:Só estou anônimo pq tinha q botar uma senha aq e n sei qual é.

Tathinha disse...

"Ela tem que seguir em frente e está seguindo."

E ela sabe que esse 'seguir em frente' é muito mais poético que qualquer outra coisa. Na vida é assim. A gente acha que tudo será eterno, mas algo tende a deixar alguma coisa pra lá. Mas se passou, se acabou: paciência e siga em frente. Sempre olhando pra frente! Você bem como fazer isso!

Teresa disse...

Espero que o desabafo tenha deixado vc mais leve.

melhoras.

=)

Will.ieR disse...

Isso é muito, muito triste Dan. Deu até um aperto no coração agoraa. :(

Rα i sα ~ disse...

É, irmã ... quanta coisa a gente aprende toda vez que a gente cai, né? A melhor lição - sem dúvidas - é aprender a andar sempre e mais. E eu fico muito feliz em ver que você sabe o quão enoooorme é tua estrada, que você não pode perder tempo. Lembra que eu sigo sempre contigo, mesmo que seja só nos vinte e cinco minutos diários dos nossos bônus - por enquanto.

Te amo, irmã.

αmαndα ~ disse...

eu entendo bem esse seu texto Danzinha, já passei o mesmo.
mas, é como a Deusa Menina me disse: não escrever vai te impedir de pensar ou sentir?. resposta notória, sei. então, pra quê se prometer não desabafar? desabafe meeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeesmo :p

Diego! disse...

Não sei o que escrever quando leio algo tão pessoal assim.
Sempre fico na dúvida se realmente alguma coisa possa ser dita!

até...

Ágatha disse...

Daaaaaaaaaaaandara:
Add esse novo blog. O outro não uso mais. Depois te mando meu ms novo e te add no utro orkut. beoijos:*