19 de abr de 2009

' Outros tantos passarinho...

Vivo dizendo que não me apaixono e que não sei como se faz isso, mas talvez eu não seja tão “durona” quanto eu achava. Vivo me apaixonando, pelas palavras, pelo sorriso, não precisa de muitos motivos, basta um pra eu me apaixonar. Demorei muito pra admitir isso pra mim mesma, porque eu achava que paixão era sinal de fraqueza e que só poderia acontecer com uma pessoa especial, mas alguém me disse que isso é besteira e realmente é, por isso resolvi admitir.
A última paixão que eu tive, tirou meus pés do chão, mexeu com minha cabeça e juízo e me mostrou o quanto pode ser gostosa e perigosa uma paixão. Mas como tantas outras, essa também passou. Deixando um leve gostinho de saudade, mas passou.

“Hoje eu vivo em paz, sozinha
Muitos passarão
Outros tantos passarinho...”

7 comentários:

Aiala disse...

Muitos passarão Dani,mas algum vai fazer seu coração parar,e você vai se sentir nas nuvens...e a magia vai acontecer. VIVA O AMOR!
beijão

Diane Bijou disse...

"...Vivo me apaixonando, pelas palavras, pelo sorriso, não precisa de muitos motivos, basta um pra eu me apaixonar..."

É exatamente assim que acontece amigah, ja passei tanto por isso...

depois que passa fica aquele vazio esperando ser preenchido novamente...
em algum lugar se esconde o amor, e quando você o encontrar será pleno e maravilhoso, não passageiro como toda paixão...

Te amo d+!

mind blurred disse...

A paixão é realmente um sentimento maravilhoso...
Pena que depois de um tempo acaba e o vazio toma parte da sua vida por uns tempos...
Mas, é como dizem, é bom enquanto dura e devemos aproveitar o máximo possível..
Até que um dia, a paixão encontrará o amor... e essa relação tão rara irá fazer nossos corações se derreterem e encontraremos a alegria em nossa vida!

Boa sorte em sua busca! =)

Victor Moraes, disse...

Amei o texto e a oportunidade de entender a letra da música por essa ótica.

Karla Izabelle disse...

Isso!!! Você pegou o espírito da coisa, e fico feliz por ti!!! E mais feliz ainda pq fui eu que abrir seus olhos. ahahah
Apaixone-se sempre!!!! É tão bom!

Au revoir!

Rα i sα ~ disse...

Sempre que eu ouvia você dizer 'imrã, eu não me apaixono' eu pensava em te dizer que eu não concordada ... mas cada um com a realidade que escolheu pra si, não é mesmo? Você é apaixonante e apaixonavel, só que sabe desprender-se disso com uma rapidez e habilidade [quando quer]. E talvez seja aí o único ponto em que somos muito diferentes: eu nunca quero.

Isso tudo de afeto me afeta tanto ... é fato! rs

Dan Souza disse...

Eita, tooodo mundo me desejando sorte no amor.rsrs
Quem sabe um dia... ;)

Sei me desprender disso com rapidez e habilidade quando quero e quando não quero também, irmã. As vezes simplesmente passa (as vezes não!).rs

E isso de afeto(s) também anda me afentando taanto...rsrs

aaamo vocês!